Mnemosine

  • Raça: Titânide (Urânida)
  • Aspectos: Deusa da memória
  • Cônjuge: Não possui, embora teve suas nove filhas com Zeus
  • Filiação: Gaia e Urano
  • Descendentes: As nove Musas: Calíope, Clio, Érato, Euterpe, Melpômene, Polímnia, Terpsícore, Tália e Urânia.
  • Aliados: Titãs, Musas, Zeus, Apolo.
  • Plantas relaccionadas: Alecrim; cânhamo; erva-cidreira; capim-limão; malva; hibisco.
  • Atributos e símbolos: Pedras preciosas.

Mnemosine é a Deusa da memória, aquela que preserva os bons preságios, preserva as ciências e as artes. Ela é mãe das nove musas, que são divindades menores, relaccionadas à ciência e à arte, ninfas bardas campestres que inspiram o poeta, que trazem loqüência aos líderes. Segundo o mito, Mnemosine copulou com Zeus durante nove noites, e depois as nove musas nasceram de um só parto.
Mnemosine também se refere a um rio, onde traz a memória à alma desencarnada. Normalmente, quando as pessoas morrem, elas têm que beber o rio Lete (rio do esquecimento) antes de reencarnarem, para que esqueçam da vida anterior. Os iniciados da seita mística Orfismo, podiam beber do rio Menmosine para lembrarem-se da vida anterior na próxima reencarnação.

Um comentário:

  1. Hino órfico a Mnemosýnê traduzido do espanhol:

    LXXVII. A MNEMOSÝNÊ

    Incenso odoroso

    Invoco a soberana Mnemosýnê, que compartilhou o leito de Zeús e gerou as Moúses sagradas, piedosas e de sonora voz; que sempre se mantêm a margem do pernicioso esquecimento que prejudica a mente e conserva todo seu pensamento em estreita relação com as almas dos mortais, acrescenta a capacidade e o poder de raciocínio dos humanos e, muito doce e vigilante, recorda todo pensamento que cada um sempre guarda em seu peito, sem desviar-se jamais e exitando-lhe a todos seu espírito. Mas, venha, afortunada deusa, instigas a teus iniciados a lembrança do piedoso ritual e afasta para longe deles o esquecimento.

    ResponderExcluir