Minerva

  • Raça: Deusa Olímpica
  • Aspectos: Deusa da estratégia; Deusa da razão; Deusa do conhecimento; Deusa das habilidades.
  • Cônjuge: Não possui
  • Filiação: Métis e Júpiter
  • Descendentes: Não possui
  • Aliados: Júpiter; Niké; Diana; Vesta; Têmis; Diké.
  • Plantas relaccionadas: Oliva; alecrim; figo; lírio; cedro; pimenta; salva; sândalo; manjericão; madressilva; violeta; gerânio; açafrão; hortelã.
  • Atributos e símbolos: Égide (escudo de górgona); lança; elmo; coruja.
  • Signo associado: Libra.
  • Festival romano:  19 de Junho.

"A coruja de Minerva só levanta voo ao cair do crepúsculo" – Hegel

Minerva (ou Atena, em grego) é a Deusa da sabedoria, da inteligência, das táticas de guerra, da razão. Também é chamada de Palas Atena. Ela foi uma Deusa muito importante e bastante cultuada entre os gregos, sobretudo nas grandes cidades, e seu culto se expandiu entre as várias culturas, desde à península Ibérica e norte da África até a Índia.
Minerva é filha de Júpiter com Métis. Após o Céu e a Terra profetizarem que Júpiter seria destronado pelo seu filho homem nascido de Métis, o Deus tratou logo de engolir a Deusa para impedir isso. Alguns meses depois houve uma forte dor de cabeça em Júpiter, que pediu então para Vulcano abrir sua cabeça com o machado. Este abriu, e da cabeça de Júpiter nasceu Minerva, portando armaduras e armas.

Minerva possui forte influência sobre o pensamento grego, tanto na ciência e filosofia quanto nas artes. Ela é a Deusa da razão científica, a luz da razão, muito retratada em ordens esotéricas. Minerva foi eleita a padroeira da cidade grega de Atenas, numa disputa entre a Deusa e seu tio Neptuno. Aquele que fizesse algo extraordinário e bom para a cidade seria o padroeiro(a) e a cidade receberia seu nome. Neptuno fez surgir uma fonte de água salgada, e Minerva fez surgir a uma oliveira, a primeira oliveira da Terra. Ao fazerem isso, os cidadãos escolheram Minerva (Atena) e nomearam a cidade com o nome da Deusa, Atenas (com s no final).


Inúmeros mitos incluem esta sapientíssima e tão virtuosa Deusa. O mais conhecido são as da trilogia da guerra de Tróia. Primeiro a Deusa disputou com Juno e Vênus para saberem qual das três é a mais bela. O responsável pela escolha foi o troiano Páris, que escolheu Vênus, e como prometido, ela lhe ofereceu a mulher mais bela do mundo, Helena. Helena era esposa de Menelau em Esparta, porém Páris a capturou.
Menelau disse a seu irmão, Agamemnon (então rei de toda a Grécia), sobre o acontecido, e este aproveitou este fútil motivo para fazer a tão esperada guerra contra Tróia, juntando todas as cidades e reinos gregos.
Neptuno apoiou os troianos, e Minerva os gregos (aqueus).

Os gregos estavam perdendo, pois era impossível derrubar as muralhas de Tróia, porém havia um aqueu sábio, devoto à razão (Minerva), ele era Odisseu, que preparou uma estratégia para atravessarem as muralhas num grande cavalo de madeira, oferecido como um suposto rendimento. Os gregos então entraram em Tróia, saíram dos cavalos e começaram o ataque, vencendo a guerra (leia a Ilíada). Neptuno ficou tão irado que fez o máximo para que Odisseu não voltasse ao seu reino em Ítaca, mudando seu rumo no mar e levando-lhe em lugares perigosos. Felizmente Minerva esteve sempre ao lado do astuto Odisseu, dando-lhe oportunidades e rumos para lugares favoráveis (leia a Odisséia).
Enquanto Minerva é a lógica, a razão, Neptuno, descrito por Homero, seria o inconsciente, simbolizado pelo mundo das águas. Odisseu é o ser que é atraído pelo inconsciente (fúria de Neptuno), mas que sempre tenta seguir a razão (Minerva), para voltar à sua terra natal, ao lado de sua esposa Penelope (Alma universal, eudaimonia).

Minerva ajudou muitos heróis virtuosos em sua jornada. Ela emprestou a Perseu o seu escudo, esteve ao lado de Aquiles na guerra de Tróia, ajudou Hércules em seus trabalhos. Ela também castigava a quem não lhe era favorável, como quando cegou o profeta Tirésias por este tê-la visto nua ao se banhar.

10 comentários:

  1. Hino órfico a Athéna traduzido do espanhol:

    XXXII. A ATHÉNA

    Incenso oloroso

    Pallás unigênita, venerável prole do grandioso Zeús, divina e bem-aventurada deusa, provocadora do estrondo guerreiro, furiosa, nomeável e inominável, célebre, cavernícola, que freqüentas os escarpados cumes das montanhas e os sombreados montes, e teu coração alegras nos arborizados vales. Belicosa, que feres as almas dos mortais com desvarios, donzela que praticas o exercício, e possuis um ânimo que infunde espanto, Gorgophónê, que evitas o matrimônio, felicíssima mãe das artes, excitante, inspirada de delírios enlouquecidos contra os malvados e, para os honrados, sã prudência és; varão e fêmea por natureza, geradora de guerras, prudente, de mutáveis formas, serpente, desejosa de inspiração divina, receptora de brilhantes honras, destruidora dos Gigántes de Phlegrás, condutora de cavalos, Tritogéneia, eliminadora de desventuras, vitoriosa divindade, durante o dia e a noite, sim cessar, no último momento. Escuta, pois, minha súplica, dê-me uma paz felicíssima, abundância e saúde em meio de ditosos momentos, Glaukópês, inventora das artes, soberana a quem dirigem muitas súplicas.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oração à Deusa Athena para a TRADIÇÃO ATHENA PRONAIA
    ORAÇÃO À DEUSA ATHENA

    Ó Deusa Athena escuta minha prece,
    Dessa humilde e ferrenha serva que sou
    Glória te dá Deusa poderosa, da Sabedoria e Inteligência, da Vitoria
    Ando em busca do seu amor, sua força e da sua sabedoria
    Protege meus passos, espantando os maus
    com teu escudo e tua lança.
    Protege minha crença e saber, com teu símbolo de Sabedoria,
    olhos astutos, argutos, a Imponente e Sagrada Coruja que te acompanha com seus olhos perscrutadores e profundos.
    Protege meu corpo, que a ti oferendo,
    trazendo teu elmo para proteger tua cabeça sem esconder tua beleza,
    com tua couraça de pele de bode, cabeça de Górgona e
    cobras entrelaçadas ao seu redor
    e nada nem ninguém se atreverá a me molestar
    Deusa da fortaleza e equilíbrio. O grande Zeus te proporcionou o poder,
    Basta ordenar com um simples abanar de cabeça
    e tuas ordens serão acatadas
    Ó Deusa da Sabedoria, Inteligência, Artes e Ofícios
    Que dás coragem para os homens na Guerra e, na Paz campos de oliveiras para a extração de azeite e seu cultivo
    Força para usando as mesmas rédeas das bigas de guerra , para o arado e cultivo da Mãe Terra
    Deusa prendada da Roca e tecelãs, artesões, do justo equilíbrio
    Olhai por teu discípulo, que em prece e de joelhos te pede proteção em todos os caminhos em que enveredar para atingir o Bem
    Quero ser o bom conselho, o pensar cuidadoso e a capacidade de refletir
    Quero ser conduzido por ti que tem poder de
    conduzir acontecimentos, notar efeitos e mudar o curso da ação
    Quero Ó Divina Athena, ser premiada com o teu justo equilíbrio.
    Com respeito e veneração ajoelho-me, para pedir que abençoe minha família
    Ó Deusa Athena, Deusa Virgem, abençoa minha casa,
    meus familiares meu trabalho e minha vida
    AJUDA-ME, SOCORRE-ME E ME SALVA CURANDO MINHAS FRAQUEZAS,ó Deusa ATHENA, Guerreira e Gloriosa

    Vitoria Moura 14/10/2009

    Ma Vie
    Ma Vie
    Enviado por Ma Vie em 17/11/2009
    Código do texto: T1928655

    Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.https://www.recantodasletras.com.br/oracoes/1928655

    ResponderExcluir
  7. Oração da Deusa Atena para a TRADIÇÃO ATHENA PRONAIA
    Oração da Deusa Atena


    Sou Atena
    Aquela que com retidão pensa,
    E sendo tudo aquilo que penso.
    Nasci do amor do Grande Zeus,
    O supremo do Olimpo e
    De Métis senhora da Astúcia e Inteligência
    vivo e sou adorada por meus discípulos,
    Pela forma e exemplo que cultuo a mim mesma.
    Quem é no planeta, é o que julgo que sou.
    O que tenho no orbe é o que trabalho para ter.
    A base de minha mente é o que eu aprimoro.
    Eu elimino,
    Aquilo que não acresce e edifica minha essência.
    O que esperam de mim é uma vida sábia que
    Fala muito mais sobre o que aprecio do que o que eu sou.
    Na minha marcha
    Eu me asseguro de que aquilo que trago
    Seja minha própria e ponderada escolha;
    Ênfase à previsão, planejamento, domínio da habilidade e paciência.
    Peça meu auxilio e te ajudarei
    Do altar do Parthenon te escutarei e atenderei
    Assim saúda contrita, com fé e despojada:
    Oh Esplendorosa Deusa Athena
    Rogo-vos pela tua grandeza
    em lidar com as rédeas do equilíbrio como
    amansar e conduzir cavalos formidáveis
    para o cultivo da terra
    E também para guiar seus carros na guerra
    Olhai por essa tua guardiã e seguidora
    Que humildemente te suplica
    No amor, felicidade, paz e fecundidade
    No trabalho força, determinação e colheita
    Equilíbrio nos relacionamentos pacifistas, dando o conhecimento
    Ajoelho-me, venero-te oh poder e gloria,
    Deusa-virgem Astucia e Sabedoria
    Abençoa meu trabalho, meu lar e minha família
    Rogo-vos tua proteção. Ó Benfeitora, equilíbrio e retidão!

    Vitoria Moura 14/10/2009
    Ma Vie
    Ma Vie
    Enviado por Ma Vie em 17/11/2009
    Código do texto: T1928661

    Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.https://www.recantodasletras.com.br/oracoes/1928661

    ResponderExcluir
  8. Athena a mais sabia entre as Deusas.
    Deusa guerreira porem civilizadora.
    Poço que me proteja com teu escudo inquebrável capaz de afastar qualquer mal e com tua lança poderosa que tem o poder de rasgar os céus subjugue todos os que me desejam o mal. Dai sabedoria para que eu possa viver seguindo as melhores escolhas e que as asas de Nike Deusa da vitoria abra suas asas para grandes conquistas em minha vida!!
    Agradeço!

    ResponderExcluir
  9. Métis (em grego: Μήτις, transl.: Métis, "habilidades"),[1] na mitologia grega, é a deusa da saúde, proteção, astúcia, prudência e virtudes. Filha de Tétis e Oceano[2][3][4][5] Foi a primeira esposa de Zeus,[6] a quem forneceu a bebida que fez Cronos regurgitar todos os filhos que havia anteriormente engolido, sendo consagrada com a alcunha de A mais célebre das Oceânides. Foi pela inteligência astuciosa de Métis que Zeus pôde conquistar o poder, donde o significado de seu nome como a capacidade de prever todos os acontecimentos.

    Métis tem o poder de se metamorfosear, podendo assumir qualquer forma que desejar, assim como Tétis e outras divindades marinhas. Com esta habilidade, a deusa tenta escapar de Zeus, mas acaba por engravidar deste.[7] Quando esteve grávida, de Zeus, Gaia profetizou que Métis teria dois filhos: a primeira, de nome Tritogenia, seria igual a Zeus em força e sabedoria, mas o segundo tornar-se-ia o novo rei dos homens e dos deuses.[6][7] Zeus, temendo que isso viesse a se concretizar, engoliu a deusa viva,[6][7][8] tendo depois como fruto dessa relação Atena saída já adulta e armada para a guerra de sua cabeça;[7][8][9] o "parto" de Atena foi feito por Prometeu e Hefesto, que abriu a cabeça de Zeus com um machado.[7]

    Jean-Pierre Vernant, em O universo, os deuses, os homens, descreve o ocorrido: "Zeus interroga Métis: ‘Podes de fato assumir todas as formas, poderias ser um leão que cospe fogo?’ Na mesma hora Métis se torna uma leoa que cospe fogo. Espetáculo aterrador. Zeus lhe pergunta depois: ‘Poderias também ser uma gota d’água?’ ‘Claro que sim’. “Mostra-me”. E, mal ela se transforma em gota d´água, ele a sorve. Pronto! Métis está na barriga de Zeus. Mais uma vez a astúcia funcionou. O soberano não se contenta em engolir seus eventuais sucessores (como havia feito seu pai Cronos): ele agora encarna, no correr do tempo, no fluxo temporal, essa presciência ardilosa que permite desfazer antecipadamente os planos de qualquer um que tente surpreendê-lo ou derrotá-lo. Sua esposa Métis, grávida de Atena, está em sua barriga. Assim, Atena não vai sair do regaço da mãe, mas da cabeça do pai, que é agora tão grande quanto o ventre de Métis. Zeus dá uivos de dor. Prometeu e Hefesto são chamados para socorrê-lo. Chegam com um machado duplo, dão uma boa pancada na cabeça de Zeus e, aos gritos, Atena sai da cabeça do deus, jovem donzela já toda armada, com seu capacete, sua lança, seu escudo e a couraça de bronze. Atena é a deusa inventiva, cheia de astúcia. Ao mesmo tempo, toda a astúcia do mundo está agora concentrada na pessoa de Zeus."[1]

    No panteão romano, Métis corresponde à deusa Prudência.

    ResponderExcluir
  10. Peço a Metis mãe de Athena inteligencia e percepção para saber a quem confiar e a que desconfiar, o mundo esta cheio de perigos e ainda sim boas almas nele abita, espero inteligencia e sabedoria para percebe-lo e nunca cair em suas armadilhas. Dou graças a Metis e Athena.

    ResponderExcluir